MONTE CARLO SIMULATION OF NUCLEAR LOGGING DETECTION SYSTEMS

Jadir C. da Silva

Abstract


The utmost challenge in nuclear logs interpretations and spectroscopy comes from the complex and dynamic structure of the radiation detectors response function. To interpret accurately such logs, the energy spectra for several dimensions of nuclear logging detectors must be satisfactorily known. In this work, different incident photon track and energies owing to events occurring into the gamma ray detector are simulated by the Monte Carlo method. The life of a particle within a NaI(Tl) scintillator crystal is computed by simulating the position, direction and energy of electrons and gamma-ray photons interaction by interaction. Four types of photon interactions are computed, namely, photoelectric absorption, pair production, and Rayleigh and Compton scattering. The specific energy loss due to ionization and excitation for electron are also computed. These pulse high spectra are determined by collecting the radiation and transforming it into current pulses. The spectral distribution of these pulses results in a matrix of detector normalized response functions for multiple and complicated source geometry linked with all gamma ray incidence normally required on borehole environment. These data are displayed in such a way that they can be readily carried out into all nuclear log modeling processes with relevant detection effects.

Keywords :Monte Carlo Method; Na I (Tl) detector; Nuclear logging.

Simulação Monte Carlo dos sistemas de detecção de perfilagem nuclear

O grande desafio da interpretação e espectroscopia dos perfis nucleares resulta da estrutura complexa e dinâmica da função resposta dos detectores de radiação. Para interpretar adequadamente tais perfis, os espectros, para várias dimensões de detectores de sistemas de perfilagem nuclear, excitados por fótons de diferentes energias, devem ser conhecidos. Estes espectros são simulados pelo método Monte Carlo, onde a história de uma partícula dentro do cristal cintilador NaI(Tl) é determinada simulando interação por interação, a posição, direção e energia dos elétrons e fótons de raios gama. Quatro tipos de interação dos fótons são simulados: absorção fotoelétrica, produção de pares, e espalhamentos Rayleigh e Compton. As perdas específicas de energia devidas à excitação e ionização de elétrons são também calculadas. Os espectros de altura de pulso são determinados através do recolhimento da radiação e sua transformação em pulsos de corrente. A distribuição espectral destes pulsos resulta em uma matriz de funções respostas normalizadas do detector para múltiplas fontes apresentando geometrias complicadas, relacionadas com todas as formas de incidências de raios gama normalmente requeridas no ambiente de poço. Estes dados são exibidos de tal forma que podem ser facilmente utilizados em todos os processos de modelagem numérica de sistemas de perfilagem nuclear cujos efeitos de detecção sejam relevantes.

Keywords :Método de Monte Carlo; Detector Na I (Tl); Perfilagem nuclear.


Keywords


monte carlo method; na i (tl) detector; nuclear logging












Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br