RESULTADOS PALEOMAGNÉTICOS PRELIMINARES DO GRUPO SANTA FÉ (PALEOZÓICO DA BACIA SANFRANCISCANA): IMPLICAÇÕES SOBRE A IDADE E PALEOLATITUDE DA SEDIMENTAÇÃO GLACIAL

Daniele Brandt, Marcia Ernesto

Abstract


Foi realizado estudo paleomagnético em amostras da Formação Floresta (Grupo Santa Fé) do Paleozóico Superior da Bacia Sanfranciscana, Brasil Central. Foram amostrados trinta e nove sítios independentes ao longo de cerca de dez metros da uma seção estratigráfica localizada próximo à cidade de Santa Fé de Minas. Após procedimentos detalhados de desmagnetização, foi identificada uma única componente de magnetização cujos portadores foram a magnetita e a hematita. Estudos anteriores indicaram que a hematita foi formada nos estágios iniciais da diagênese e, portanto, conclui-se que a magnetização é de origem primária. A magnetização remanente característica apresenta polaridade reversa compatível com o Superchron de Polaridade Reversa do Permo-Carbonífero (Kiaman, 260-315Ma) e a inclinação média indica uma paleolatitude de 44°S para a deposição dos sedimentos. O pólo paleomagnético correspondente está situado a 326,0°E 62,0°S (a95= 5,1°; k = 23) e o intervalo de idade (260-280Ma) é definido por eventos de polaridade normal dentro do PCRS.

Keywords :Paleomagnetismo; Permo-Carbonífero; Bacia Sanfranciscana.

ABSTRACT

A paleomagnetic study was performed on the Late Paleozoic Floresta Formation (Santa Fé Group) of the Sanfranciscana Basin, central Brazil. Thirty nine individual sites were sampled throughout a ten meters section near Santa Fé de Minas city. After detailed demagnetization procedures a unique characteristic remanence component was identified which was carried by both magnetite and hematite. Considering the indication of a previous investigation that hematite was formed during the initial stages of diagenesis it is concluded that magnetization is primary. This characteristic magnetization direction is of reversed polarity as expected for remanences acquired during the Permo-Carboniferous Reversed Superchron (PCRS, 260-315Ma), and the mean inclination indicates a paleolatitude of 44°S for the sediment deposition. The corresponding paleomagnetic pole is located at 326.0°E 62.0°S (a95= 5.1°; k = 23), and the age interval (260-280Ma) is constrained by the normal polarity events within the PCRS.

Keywords :Paleomagnetism; Permo-Carboniferous; Sanfranciscana Basin.


Keywords


paleomagnetismo; permo-carbonífero; bacia sanfranciscana