OCEANOGRAPHIC CHARACTERISTICS OF BAÍA DE TODOS OS SANTOS, BRAZIL

Mauro Cirano, Guilherme Camargo Lessa

Abstract


ABSTRACT

Based on a vast set ofin situdata, a first comprehensive overview of the oceanographic characteristics of Baía de Todos os Santos (BTS) is provided. BTS is the second largest coastal bay in Brazil (maximum area of 1223 km2and average depth of 9.8 m), and is located in the northeast Brazil, in the vicinity of Salvador city. The circulation inside the bay is mostly tidally driven and does not vary significantly throughout the year. On the other hand, the wet (winter) and dry (summer) seasons does alter significantly the distribution of water properties inside the BTS. During summer, the waters inside the bay have oceanic characteristics, with Tropical Water (TW) penetrating along the whole region, except for the mouth of Rio Paraguaçu. The water temperature inside the bay is higher than in the coastal zone, and variations can be up to 3°C, reaching a maximum of nearly 30°C. During winter, with the increase of freshwater inflow, salinity variations of about 4 are observed between the innermost stations inside BTS and the adjacent coastal region. Salinity values inside the bay can be as low as 32.3, inhibiting the penetration of TW into the BTS, which is totally occupied by a locally formed Coastal Water (CW). An evaluation of the flushing time is also provided and shows that during summer, a 60-fold increase can be observed compared to winter (38 days). While the circulation does not vary seasonally inside the bay, the associated inner shelf is characterized by two different scenarios. During summer, the upwelling favorable easterlies drive a southwestward flow, while during winter the more frequent occurrence of cold fronts (southerly winds) tend to reverse the circulation.

Keywords :Baía de Todos os Santos; circulation; tides; water masses.

RESUMO

Com base em um amplo conjunto de dadosin situ, este artigo apresenta uma primeira caracterização oceanográfica da Baía de Todos os Santos. A BTS é a segunda maior baía costeira do Brasil (área máxima de 1223 km2e profundidade média de 9,8 m), e está localizada na região nordeste do Brasil, nas proximidades da cidade de Salvador. A circulação no interior da baía é predominantemente forçada pelas marés e não varia significantemente ao longo do ano. Por outro lado, as estações chuvosa (inverno) e seca (verão) geram uma alteração significativa nas propriedades das águas no interior da BTS. Durante o verão, as águas dentro da baía têm características oceânicas, com a Água Tropical (AT) penetrando ao longo de toda a região, com exceção da desembocadura do Rio Paraguaçu. A temperatura da água dentro da baía é maior do que a da região costeira adjacente, e estas variações podem ser de até 3°C, atingindo um máximo de 30°C. Durante o inverno, com o aumento do aporte de água doce, variações de salinidade de cerca de 4 podem ser observadas entre a parte mais interna da BTS e a região costeira adjacente. Valores de salinidade dentro da baía podem chegar até 32,3, inibindo a penetração da AT dentro da BTS, que fica totalmente ocupada por uma água costeira formada localmente. Uma avaliação do tempo de descarga também é feita e mostra que durante o verão, o tempo de descarga pode sofrer um aumento de 60% daquele observado durante o inverno (38 dias). Apesar da circulação não variar sazonalmente no interior da baía, observa-se que a plataforma interna associada é caracterizada por dois cenários. Durante o verão, os ventos de leste, que proporcionam ressurgência, atuam para gerar correntes para sudoeste, enquanto que durante o inverno, a maior ocorrência de frentes frias (ventos de sul), tende a reverter o padrão de circulação.

Keywords :Baía de Todos os Santos; circulação; marés; massas de água.




Keywords


baía de todos os santos; circulation; tides; water masses