FEIÇÕES CRUSTAIS DETERMINADAS PELA ANÃLIZE AZIMUTAL DA FUNÇÃO DO RECEPTOR, NA REGIÃO DA ESTAÇÃO SISMOLÓGICA DE RIO CLARO (RCLB)

João Carlos Dourado, Marcelo Assumpção, Walter Malagutti Filho, Marcelo Belentani de Bianchi

Abstract


Este trabalho apresenta a interpretação da função do receptor determinada para os eventos registrados na Estação Sismológica de Rio Claro, em operação desde outubro de 2002. As profundidades calculadas para a Moho variaram de 36 a 44 km. A análise da variação dos valores de profundidade mostra que eles estão associados aos azimutes dos eventos. Portanto decidiu-se fazer uma análise azimutal dos resultados obtidos. Os maiores valores foram calculados para eventos que se localizam à norte da estação e os valores de 36 km foram calculados para telessismos do quadrante SW. Estes resultados mostram que existe uma elevação da Moho na direção da estrutura ''Domo de Pitanga''. Estes resultados indicam que esta estrutura é provavelmente de origem tectônica e causada por eventos profundos do manto superior.

Keywords :função do receptor; feições crustais; Domo de Pitanga; variação azimutal.

ABSTRACT

This paper presents an analysis of receiver functions to estimate crustal structure beneath the Rio Claro Seismological Station, which has been in operation since October 2002. The depths obtained for the Moho discontinuity range from 36 to 44 km. A systematic variation of Moho depths with azimuth was observed. Larger values were obtained with events arriving from the North and the values of 36 km were observed with teleseisms arriving from the SW. This result shows that in the region there is an elevation of the Moho discontinuity near the Domo de Pitanga structural high. This result probably indicates a tectonic origin for this structure caused by deep deformation processes involving the whole lithosphere.

Keywords :receiver function; crustal features; Domo de Pitanga; azimuthal variation.


Keywords


função do receptor; feições crustais; domo de pitanga; variação azimutal