CARACTERIZAÇÃO OCEANOGRÁFICA E DO TRANSPORTE DE SEDIMENTOS EM SUSPENSÃO NO ESTUÁRIO DO RIO MAMPITUBA, SC

D'Aquino Egito, João Silva de Andrade Neto, Guilherme Algemiro Manique Barreto, Carlos Augusto França Schettini

Abstract


O Rio Mampituba drena uma área de 1.200 km2, nasce na Serra Geral e desemboca no Oceano Atlântico junto à cidade de Torres, após percorrer cerca de 62 quilômetros. Apresenta vazão média de 18,6 m3.s-1, profundidade média de 4 m e está sob regime de micromarés. Em 17 de maio de 2008 foi realizada uma campanha durante dois ciclos de maré (25 horas), quando foram registrados dados de correntes, salinidade e concentração de sedimentos em suspensão. Durante a campanha o nível de água no estuário do Rio Mampituba mostrou tendência de diminuição e a altura da maré foi de 0,4 m, apresentando assimetria com predominância de enchente. O padrão de correntes no estuário foi bidirecional, com velocidade média de vazante de 0,33 e enchente de 0,13 m.s-1. A estratificação no estuário acompanhou a subida da maré, com um avanço da cunha salina até aproximadamente 5 km estuário adentro. O transporte de sal total no estuário foi de 1,11 kg.m-1.s-1no sentido estuário afora. A componente da descarga fluvial foi responsável por 98% do transporte de sal para fora do estuário, enquanto o transporte estuário adentro teve participação de 51% da circulação gravitacional, 26% da correlação da maré e 19% do bombeamento da maré. O transporte de sedimentos em suspensão foi devido principalmente à circulação gravitacional, representando 83% do transporte total. A hidrodinâmica do estuário do Rio Mampituba responde como umestuário altamente estratificado dominado pelo rio.

Keywords :circulação; transporte advectivo; processos de transporte.

ABSTRACT

The Mampituba River drains a watershed with 1,200 km2in area, having its springs in the Serra Geral and debouching to the Atlantic Ocean at city of Torres, after running a 62 km long course. It has a mean discharge of 18.6 m3.s-1, a mean depth around 4 m and is under a microtidal regime. An oceanographic campaign was carried out at May 17th, 2008, when water level, currents, salinity and suspended sediment concentration were recorded during two tidal cycles(25 hours). The water level presented a decreasing trend during the campaign, and the mean tidal range was 0.4 m, with flood dominated asymmetry. The current pattern was bi-directional with mean ebb and flood velocity of 0.33 and 0.13 m.s-1, respectively. The estuarine stratification followed the tide, with the salt wedge intrusion extending 5 km up-estuary. The total salt transport was 1.11 kg.m-1.s-1out to the estuary. The fluvial discharge component accounted for 98% of the seaward transport, whereas the landward transport had 51% due to the gravitational circulation, 26% due to tidal correlation and 19% due to tidal pumping. The suspended sediments transport was mainly due to the gravitational circulation, which accounted for 83% of the total transport. The Mampituba River estuary hydrodynamics responds mainly to the river, presenting a highly stratified behavior.

Keywords :circulation; advective transport; transport processes.


Keywords


circulação; transporte advectivo; processos de transporte