CONTRIBUIÇÃO DE UMA SEÇÃO GRAVIMÉTRICA TRANSVERSAL AO ESTUDO DA ESTRUTURAÇÃO LITOSFÉRICA NA PORÇÃO SETENTRIONAL DA PROVÍNCIA BORBOREMA, NE DO BRASIL

Liliana Sayuri Osako, David Lopes de Castro, Reinhardt Adolfo Fuck, Neivaldo Araújo de Castro, João Paulo Araújo Pitombeira

Abstract


Este trabalho apresenta um modelo gravimétrico 2,5D gerado a partir de 315 novas estações gravimétricas levantadas ao longo de uma seção transversal NW-SE com 750 km de extensão na porção setentrional da Província Borborema, NE do Brasil. A modelagem gravimétrica foi aplicada separadamente nas componentes regional e residual do campo gravitacional. A modelagem 2,5D das anomalias regionais revelou que a profundidade da interface crosta-manto varia de 28 a 32 km, considerando uma densidade média de 2,8 g/cm3para a crosta continental e de 3,3 g/cm3para o manto litosférico. As anomalias residuais de alta frequência foram interpretadas a partir do contraste de densidade da crosta superior, com uma espessura não superior a 10 km, e uma ampla associação litológica, com densidades variando de 2,55 a 2,9 g/cm3. A configuração geotectônica litosférica atual da Província Borborema é claramente resultado da ruptura dos continentes Sul-Americano e Africano no Mesozoico, na qual boa parte dos vestígios das estruturas tectônicas de grandes profundidades formadas durante a orogênese Brasiliana/Pan-Africana foi mascarada pelo último episódio tectônico responsável pela fragmentação do Gondwana Ocidental.

Keywords :modelagem gravimétrica; litosfera; Província Borborema.

ABSTRACT

This paper presents a 2.5D gravimetric model generated from 315 new gravity stations obtained along a NW-SE 750 km geophysical transect in the northeastern portion of the Borborema Province, NE Brazil. The regional and residual components of the gravity field were modeled separately. Modeling of the regional anomalies revealed a crustal thickness variation from 28 to 32 km, considering the average densities of about 2.8 g/cm3for the continental crust and 3.3 g/cm3for lithospheric mantle. High frequency residual anomalies were interpreted on the density contrasts between a 10 km thick upper crust and a broad assembly of supracrustal covers and basement units, which show density values between 2.55 to 2.9 g/cm3. The current configuration of the Borborema Province lithosphere is clearly the result of the Mesozoic South American - African breakup of West Gondwana, which overprinted the Brasiliano-Pan African orogenic structures.

Keywords :gravimetric modeling; lithosphere; Borborema Province.



Keywords


modelagem gravimétrica; litosfera; Província Borborema