Geochemical and radioctivity characterization of rocks from the Rio Preto (GO) project

Cynthia Romariz Duarte, Daniel Marcos Bonotto, Marco Aurélio Farias de Oliveira

Abstract


A extinta Nuclebrás, no final da década de 70 e início dos anos 80, conduziu o Projeto Rio Preto, por intermédio do qual efetuou o mapeamento geológico básico e a caracterização radiométrica por aerogamaespectrometria, sem discriminação de canais, da região nordeste do estado de Goiás, Brasil, a oeste da área do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, perfazendo um total de 650 km2 e englobando a confluência dos Rios Claro e Preto. Os radioelementos naturais U, Th e 40K do Projeto Rio Preto (GO) foram posteriormente caracterizados por espectrometria gama aplicada aproximadamente a 300 amostras, a qual foi conduzida no LABIDRO-Laboratório de Isótopos e Hidroquímica do Departamento de Petrologia e Metalogenia do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da UNESP-Campus de Rio Claro. Este trabalho descreve para todas as amostras os resultados obtidos na caracterizaçãoao petrográfica e análise química dos principais óxidos (SiO2, TiO2, Al2O3, Fe2O3, MgO, MnO, K2O, Na2O, CaO e P2O5), os quais foram utilizados na avaliação da ocorrência dos radioelementos naturais naquela área. Também são apresentados resultados do teor de matéria orgânica obtido por colorimetria em amostras selecionadas de diferentes litotipos para melhor investigar a possibilidade de relação entre a grafita e os radioelementos urânio e tório. Finalmente, dados da concentração de urânio e razão de atividade 234U/238U em amostras selecionadas de xistos e gneisss da Formação Ticunzal - Membro Inferior sugeriram a influência de processos intempéricos na área.

ABSTRACT: The Rio Preto Project, developed by the extinct Brazilian nuclear state company, Nuclebrás, during the late 70s and early 80s, consisted of basic geologicalmapping and radiometric characterization by aerogeophysical gamma-ray spectrometry, without channel discrimination, of a surface area of 650 km2 located to the westof the Chapada dos Veadeiros National Park on the northeastern of Goiás State, Brazil, including the confluence area of Claro and Preto Rivers. Additionaly, the naturalradioelements U, Th and 40K were determined by gamma-ray spectrometry in 300 rock samples from cores of the Rio Preto Project area. The tests were conducted at LABIDRO-Isotopes and Hydrochemistry Laboratory of the Departamento de Petrologia e Metalogenia of the Instituto de Geociências e Ciências Exatas, UNESP, in RioClaro, SP, Brazil. This paper reports the results of petrographic characterization and chemical analyses of major oxides (SiO2, TiO2, Al2O3, Fe2O3, MgO, MnO, K2O,Na2O, CaO and P2O5) for all samples used to determine the natural radioelements present in the region. The organic matter content results obtained by colorimetryare also reported for selected cores of different lithotypes in order to investigate the possible relationship between graphite and the radioelements uranium and thorium.Finally, uranium content and 234U/238U activity ratio data for selected samples of schists and gneisses of the Lower Member of the Ticunzal Formation suggest theinfluence of weathering processes in the area.

Keywords: Rio Preto (GO) Project, natural radioelements, gamma and alpha spectrometry.


Keywords


Projeto Rio Preto (GO); radioelementos naturais; espectrometria gama e alfa



DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v30i4.228