DESIGN AND IMPLEMENTATION OF THE OCEANOGRAPHIC MODELING AND OBSERVATION NETWORK (REMO) FOR OPERATIONAL OCEANOGRAPHY AND OCEAN FORECASTING

Jose Antonio Moreira Lima, Renato Parkinson Martins, Clemente Augusto Souza Tanajura, Afonso de Moraes Paiva, Mauro Cirano Cirano, Edmo Jose Dias Campos, Ivan Dias Soares, Gutemberg Borges França, Rodrigo de Souza Obino, João Bosco Rodrigues Alvarenga

Resumo


ABSTRACT. This paper is concerned with the planning, implementation and some results of the Oceanographic Modeling and Observation Network (REMO) for Brazilian regional waters. Ocean forecasting has been an important scientific issue over the last decade due to studies related to climate change as well as applications related to short-range oceanic forecasts. It is a challenge to design an ocean forecasting system for a region with poor observational coverage of in situ data such as the South Atlantic Ocean. An integrated approach is proposed here in which the large-scale circulation in the Atlantic Ocean is modeled in a first step, and gradually downscaled into higher resolution regional models. This approach is able to resolve important processes such as the Brazil Current and associated meso-scale variability, continental shelf waves, local and remote wind forcing, and others. This article presents the overall strategy to develop the models using a network of Brazilian institutions and their related expertise along with international collaboration. This work has some similarity with goals of the international project Global Ocean Data Assimilation Experiment OceanView (GODAE OceanView), in which REMO takes part.

Keywords: ocean models, ocean measurements, data assimilation.

RESUMO. Este artigo apresenta o planejamento, implementação e alguns resultados da Rede de Modelagem e Observação Oceanográfica, com acrônimo REMO, para águas territoriais brasileiras. A previsão de condições oceânicas tem sido um importante tópico de pesquisa científica ao longo da última década, devido a estudos relacionados com mudanças climáticas assim como interesse por previsões sinóticas de curto prazo de variáveis tais como correntes marinhas e temperatura da água. É um desafio realizar o projeto de um sistema de previsão para uma região oceânica com baixa disponibilidade de medições, como o Oceano Atlântico Sul. Uma proposta de desenvolvimento integrado é apresentada neste trabalho, onde um modelo de circulação oceânica de todo Oceano Atlântico foi implementado como passo inicial, e gradualmente foram aninhados modelos regionais com maior resolução espacial. Este artigo apresenta a estratégia de desenvolvimento destes modelos oceânicos utilizando o conhecimento científico disponibilizado por pesquisadores de uma rede de instituições brasileiras, com eventual colaboração de pesquisadores internacionais. Esta iniciativa brasileira possui pontos comuns com um projeto de cooperação científica internacional, denominado Global Ocean Data Assimilation Experiment OceanView (GODAE OceanView), da qual a REMO faz parte.


Palavras-chave: oceanografia operacional, modelagem oceânica, sensoriamento remoto, medições oceanográficas, assimilação de dados.


Palavras-chave


ocean models, ocean measurements, data assimilation

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v31i2.290