Palestrantes


Armando Cavanha


Armando Oscar Cavanha Filho é Engenheiro Mecânico pela UFPR, tem MBA em Engenharia de Terminais e Oleodutos Petrobras, MBA em Engenharia de Segurança UFRJ e é Mestre em Engenharia de Produção UFSC.

Atuou na Petrobras durante 33 anos como Diretor da Petrobras Holanda, Presidente do Conselho da Petronect (Petrobras, Accenture e SAP), Diretor da e-Petro, Petrobras, Gerente Executivo de Compras da Petrobras, Diretor da Diretoria Executiva da Petrobras por 10 curtos períodos, Gerente de Compras da Petrobras America nos EUA e Presidente / CEO da Petronect (subsidiária da Petrobras).

Foi também Presidente / CEO da Thompson & Knight Global Energy Services, EUA, Assessor da Diretoria Geral da Agência Nacional do Petróleo – ANP e Diretor da BRATECC - Câmara de Comércio Brasil Texas durante 2 termos.

Atualmente é Orientador Acadêmico da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e Professor por demanda no IBP Extensão, FGV MBA, CCE-PUC / Rio. Tem 130 white papers publicados, 350 cafés gravados no programa Café com Cavanha e 6 livros publicados na Amazon.

Paulo Johann


Paulo possui mais de 40 anos de experiência técnica e gerencial na indústria do petróleo. Sua carreira abrangeu atividades em aquisição geofísica, interpretação geofísica e geofísica de reservatórios. Publicou e apresentou diversos trabalhos técnicos no SEG, EAGE, SPE, OTC e SBGf. Paulo foi nomeado o primeiro Professor Honorário SEG Honorário da América Central e do Sul. É membro ativo da EAGE, SEG, OTC e SPE.

Eliane Petersohn


Eliane Petersohn é graduada em Geologia (BS) pela Universidade Federal do Paraná e mestre em geologia exploratória pela mesma universidade. Também possui pós-graduação em direito da regulação pelo IBMEC - Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais. Petersohn ingressou na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em 2006 como geóloga. Em 2010 foi nomeada Superintendente de Definição de Blocos, tornando-se responsável pela seleção e avaliação geológica das áreas para rodadas de licitações de petróleo e gás do país. Em 2019 tornou-se Assessora de Exploração e Produção, responsável pelo provimento de orientações e insight técnico para apoiar as decisões da Diretoria Colegiada da Autarquia.

Roberta Vidotti


Professora Associada do Instituto de Geociências da Universidade de Brasília desde 2009. E atual Presidente da Sociedade Brasileira de Geofísica (2021-2023). Foi presidente do Núcleo Brasília da Sociedade Brasileira de Geologia por dois mandatos, 2009-2011 e 2011-2013. Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq – Nível 2.

Geóloga pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1987), Mestre em Geofísica pelo Observatório Nacional (1992), PhD em Geofísica pela University of Leeds (1997) e pós-doutorado na mesma instituição em 1998. Seu interesse é no uso de dados geofísicos para estudos tectônicos regionais, arcabouço tectônico de bacias sedimentares, e contexto tectônico de depósitos minerais; utilizando ferramentas de modelagem direta e inversa para os diferentes ambientes estudados.

Fernando Freire


Fernando Freire é professor 40DE dos cursos de Graduação em Geofísica e de Pós-graduação em Dinâmica dos Oceanos e da Terra (DOT) do Departamento de Geologia e Geofísica (GGO) do Instituto de Geociências (EGG) da Universidade Federal Fluminense (UFF), onde é vice-coordenador do Grupo de Interpretação Exploratória e de Caracterização de Reservatórios (GIECAR). Trabalhou nas áreas de E&P e de Pesquisa e Desenvolvimento da PETROBRAS, entre 1987 e 2016. Trabalhou na área de exploração mineral da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), entre 1981 e 1987.

Bolsista de produtividade do CNPq (Nível PQ-2), possui doutorado em Fronteiras da Ciência (Frontier Science) pela Universidade de Tokyo (JP), mestrado em Geologia Marinha Costeira e Sedimentar (UFBA), bacharelado em Geologia (UFBA), e técnico em Geologia (ETFBa). Seus principais temas de interesse são: interpretação geológica de perfis de poços; sismoestratigrafia; geoquímica de petróleo; ambientes de sedimentação; estratigrafia; tectonosedimentação; recursos petrolíferos não-convencionais; hidratos de gás; mapeamento geológico; pesquisa mineral.

Laury Medeiros de Araújo


Nascido em Imbituba e registrado em Lauro Muller em 55.

Graduado em Técnico de mineração (SATC) em 1973.

Graduado em geologia em 1978 (UNISINOS).

1979 a 18 março de 2021– PETROBRAS.

1988 a 1994 e 2005 a 2021– ministrou curso sobre água de formação na UP.

2001 - Dr. em ciências na UFRGS (estratigrafia e geoquímica da Fm. Irati).

2001 a 2021– Modelador da gerência de modelagem de sistemas petrolífero, na função de Consultor sênior de 2004 a 2020.

2001 a 2021– ministrou curso de sistema petrolífero na UP e universidades do Brasil.

2010 a 2021~ ministrou curso de campo de sistemas petrolíferos na B.Paraná na UP.

2017 a 2021 ~ ministrou curso de rocha geradora na UP.

2016 ~ livro: Fundamentos de Sistemas Petrolífero (no prelo) – 257p.– Araújo & Castellani (no prelo 2016).

2020 ao presente ~ Diretoria da ABGP (Editor).

Jaime Eiras


Jaime Fernandes Eiras é geólogo formado pela UFPA e especialista em petróleo pela Universidade Corporativa da Petrobras. Trabalhou na Petrobras durante 25 anos em áreas onshore e offshore localizadas na Amazônia, na Margem Equatorial Brasileira e no Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil.

Como consultor técnico foi responsável pelo programa exploratório da antiga Oil M&S Brasil S.A., atual Petra Energia S.A. Como gerente de Exploração da Petra, foi responsável pelo processo de farm-in/farm-out que levou à descoberta de campos de gás.

Entre 2010 e 2012 atuou na HRT O&G Exploração e Produção de Petróleo Ltda como especialista em Geociências.

Retornou à Petra Energia S.A. em 2012 como diretor executivo de Exploração. Em 2014, foi nomeado diretor executivo de Exploração. A partir de 2015 passou a atuar como Diretor de Exploração da GasEletro Energia Integrada S.A., uma empresa controlada pela Petra Energia S.A.

Leonardo Teixeira


Leonardo Teixeira é graduado em Física pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro e doutor em Geofísica e Geologia pela Universidade Federal Fluminense. Trabalha há 15 anos na Petrobras como geofísico de reservatórios, com foco em interpretação sísmica quantitativa há mais de 10 anos. Seus estudos incluem reservatórios do pré-sal, como os gigantes Tupi e Búzios, e pós-sal, como os turbiditos da Bacia de Campos, Espírito Santos e Sergipe-Alagoas. Recentemente, em sua tese de doutorado, trouxe novas perspectivas para a interpretação sísmica quantitativa de formações evaporíticas. Leonardo é entusiasta em compartilhar conhecimentos adquiridos durante sua tragetoria profissional, tendo ministrado cursos na UFF, SBGf e Petrobras.

Gabriel Marins


Graduado na UFRuralRJ (2009), onde se dedicou, especialmente, a pesquisas relacionadas a paleontologia e micropalentologia. Mestre em geociências pela UERJ (2012) no programa em análise de Bacias e Faixas Móveis, estudando a petrogênese das rochas máficas e ultramáficas do Lineamento Poços de Caldas - Cabo Frio (RJ/SP/MG). Desde 2012 atua como empregado da Petrobras Centro de Pesquisas Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES) onde vem se especializando em processos vulcânicos e depósitos associados, bem como no efeito de rochas ígneas no sistema petrolífero. Em 2022 ingressou no Doutorado da UFF, no programa de Modelagem de Fácies e de Propriedades Petrofísicas em Reservatórios Carbonáticos Complexos, com o tema de pesquisa “Efeitos de intrusões magmáticas nas rochas carbonáticas do Pré-sal: exemplos no Campo de Mero/Bloco de Libra”.