COMPARISON OF TRAVEL-TIME APPROXIMATIONS FOR UNCONVENTIONAL RESERVOIRS FROM SANTOS BASIN, BRAZIL

Nelson Ricardo Coelho Flores Zuniga, Eder Cassola Molina, Renato Luiz Prado

Abstract


ABSTRACT. The reflection seismic method is extremely important for the hydrocarbon exploration. With more complex geological structures, as the pre-salt from Santos Basin, the reservoir exploration becomes more challenging and the multicomponent seismic investigation improves its mapping and characterization. To obtain multicomponent seismic data of an offshore survey it is necessary to use the OBN (Ocean Bottom Nodes) technology. The converted wave behavior, the large offsets and the difference of datum between source and receptors for layered media, results in strong nonhyperbolic travel-time events. Furthermore, the complexity and peculiarities of some unconventional reservoirs found in the pre-salt also increase the difficulty to perform the velocity analysis. For these reasons, it is necessary to use nonhyperbolic multiparametric travel-time approximations to control the nonhyperbolicity. Here we perform the comparison of nonhyperbolic travel-time approximations of seismic reflection events derived from geological models. The numerical study was considered as an inverse problem and it was treated according to an optimization criterion. The complexity analysis was performed in order to understand the behavior of each approximation concerning the unicity. After the computation of the relative errors between the observed curve and the calculated curve for each nonhyperbolic approximation, it was possible to find out the one with the highest accuracy for the events tested here.

Keywords: multicomponent, OBN, nonhyperbolic.

RESUMO.Ométodo sísmico de reflexão é extremamente importante para a exploração de hidrocarbonetos. Comestruturas geológicasmais complexas, como o pré-sal da Bacia de Santos, a exploração de reservatórios se tornamais desafiadora e a utilização da sísmica multicomponente promove o mapeamento e caracterização estrutural. Para obter-se dados de sísmica multicomponente em um levantamento offshore é necessário utilizar a tecnologia OBN (Ocean Bottom Nodes ). O comportamento de ondas convertidas, longos afastamentos e diferença de datum entre fonte e receptor pra meios estratificados resultam em uma forte não-hiperbolicidade dos eventos de tempos de trânsito. Além disso, a complexidade e peculiaridades, de alguns reservatórios não convencionais encontrados no pré-sal, também aumentam a dificuldade em realizar a análise de velocidades. Por estes motivos, é necessário usar aproximações não-hiperbólicas multiparamétricas de tempos de trânsito para controlar os efeitos da não-hiperbolicidade. No presente trabalho, foi realizada a comparação de aproximações não-hiperbólicas de tempos de trânsito de eventos sísmicos de reflexão provenientes de modelos geológicos. O estudo numérico foi considerado como um problema inverso e foi tratado de acordo com um critério de otimização. A análise de complexidade foi realizada para compreender o comportamento de cada aproximação com respeito a unicidade. Após computar os erros relativos entre a curva observada e as calculadas com cada aproximação, foi possível descobrir a aproximação que apresentou maior precisão para os testes realizado.

Palavras-chave: multicomponente, OBN, não-hiperbólicas.


Keywords


multicomponent, OBN, nonhyperbolic



DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v35i4.906










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br