Palestrantes


Na 2ª Escola de Geofísica e Geologia em: Óleo e Gás - Margem Equatorial, foram convidados grandes nomes do meio acadêmico, compondo um incrível time de Palestrantes. Conheça todos eles a seguir:
Roberta Vidotti (SBGf/UnB)
Roberta Vidotti (SBGf/UnB)
Tema: Palestra de Abertura

Professora Associada do Instituto de Geociências da Universidade de Brasília desde 2009. E atual Presidente da Sociedade Brasileira de Geofísica (2021-2023). Foi presidente do Núcleo Brasília da Sociedade Brasileira de Geologia por dois mandatos, 2009-2011 e 2011-2013. Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq – Nível 2.
Geóloga pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1987), Mestre em Geofísica pelo Observatório Nacional (1992), PhD em Geofísica pela University of Leeds (1997) e pós-doutorado na mesma instituição em 1998. Seu interesse é no uso de dados geofísicos para estudos tectônicos regionais, arcabouço tectônico de bacias sedimentares, e contexto tectônico de depósitos minerais; utilizando ferramentas de modelagem direta e inversa para os diferentes ambientes estudados.

Renato M. Darros de Matos (Níon Energia S.A.)
Renato M. Darros de Matos (Níon Energia S.A.)
Tema: O potencial exploratório da Margem Equatorial Atlântica Brasileira baseada em modelos geodinâmicos da abertura do Atlântico Sul

Geólogo formado pela UnB e Doutor em Geodinâmica e Geofísica pela Universidade de Cornell, EUA. Trabalhou na Petrobras até 2001, como Geofísico e Gestor. Atuou como Pesquisador Visitante da ANP e Professor Adjunto no Departamento de Geologia da UFRN. Atuou como Diretor de várias empresas independentes de Petróleo, primeiro presidente da ABPIP e Diretor da PPSA entre 2013 e 2016. Atualmente é Diretor de E&P da Níon Energia.

Raphael Moura (ANP)
Raphael Moura (ANP)
Tema: Margem equatorial brasileira: preocupações ambientais e potenciais conflitos internacionais

Possui graduação em Engenharia de Produção pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (2003), Especialização em Sistemas Offshore (2005) pela UFRJ, MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV-RJ, Mestrado em Risk Management - Offshore & Ocean Technology (2012) pela Universidade de Cranfield, Reino Unido, e Doutorado em Engenharia (2017) pela Universidade de Liverpool, Reino Unido. É Especialista em Regulação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis desde 2005, Tendo exercido as funções de Assessor de Diretoria, Superintendente de Infraestrutura e Movimentação, Superintendente de Exploração e de Diretor Geral Interino. Atualmente, é Superintendente de Segurança Operacional e Meio Ambiente. Tem experiência em Gerência Executiva e nas áreas de Engenharia de Petróleo, Gerenciamento de Riscos e Segurança Operacional.

David Castro (UFRN)
David Castro (UFRN)
Tema: Caracterização Crustal da Margem Equatorial do Brasil com base em Dados Magnéticos e Gravimétricos

David Lopes de Castro é Geólogo (UFRN - 1986), mestre em Geofísica Marinha (UFPA - 1990), concluiu o doutorado em Geofísica Marinha na Universität Christian-Albrechts - Kiel (Alemanha) em 1995 e realizou estágio pós-doutoral (2012) no Serviço Geológico Americano (USGS) em Denver (EUA). Atua na área de Geociências, com ênfase em Geofísica Aplicada à cartografia geofísica regional, caracterização crustal, e ao estudo de bacias sedimentares, reservatórios análogos e regiões oceânicas. Atualmente, é professor titular do Depto de Geologia da UFRN e bolsista de Produtividade em Pesquisa (PQ) 1C do CNPq.

Fernando Freire (UFF)
Fernando Freire (UFF)
Tema: Correlação dos sistemas petrolíferos das bacias sedimentares da margem equatorial brasileira

Fernando Freire é professor 40DE dos cursos de Graduação em Geofísica e de Pós-graduação em Dinâmica dos Oceanos e da Terra (DOT) do Departamento de Geologia e Geofísica (GGO) do Instituto de Geociências (EGG) da Universidade Federal Fluminense (UFF), onde é vice-coordenador do Grupo de Interpretação Exploratória e de Caracterização de Reservatórios (GIECAR). Trabalhou nas áreas de E&P e de Pesquisa e Desenvolvimento da PETROBRAS, entre 1987 e 2016. Trabalhou na área de exploração mineral da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), entre 1981 e 1987.
Bolsista de produtividade do CNPq (Nível PQ-2), possui doutorado em Fronteiras da Ciência (Frontier Science) pela Universidade de Tokyo (JP), mestrado em Geologia Marinha Costeira e Sedimentar (UFBA), bacharelado em Geologia (UFBA), e técnico em Geologia (ETFBa). Seus principais temas de interesse são: interpretação geológica de perfis de poços; sismoestratigrafia; geoquímica de petróleo; ambientes de sedimentação; estratigrafia; tectonosedimentação; recursos petrolíferos não-convencionais; hidratos de gás; mapeamento geológico; pesquisa mineral.

Juliana Goncalves de Souza (UFF)
Juliana Goncalves de Souza (UFF)
Tema: Modelagem da evolução de geopressões durante o colapso gravitacional do Cone do Amazonas, Bacia da Foz do Amazonas

Graduada em Geofísica pela UFF, primeira turma entre 2005 e 2009. Pós-Graduação em Interpretação Sismo estratigráfica pela UERJ, entre 2013-2014. 6 anos de experiência na indústria do petróleo no Brasil e na Argentina, tendo foco em estudos de avaliação de bacias onshore e offshore através de modelagem de sistema petrolífero. Doutorado em Geologia e Recursos Naturais pela Universidade Sorbonne e Instituto Francês de Petróleo (IFPen - Paris, França) entre 2016-2020. Tese em modelagem de geopressões durante o colapso gravitacional do Cone do Amazonas, Bacia da Foz do Amazonas (Brasil). Pós-doutorado em Energia Renovável - Geotermal, colaboração entre Universidade de Genebra (Suíça) e Universidade Sorbonne (França). Projeto de mitigação de risco exploratório através de metodologia integrada (restauração estrutural 2D, modelagens geomecânica 1D, pressão e térmica 2D) na Bacia Molasse (Suíça).

Carlos Jesus (UFF)
Carlos Jesus (UFF)
Tema: Uma nova abordagem para reduzir o risco de exploração aplicada na Margem Equatorial

Geofísica pela UFF com Pós-Graduação em Geologia (UERJ/2014), Mestrado em Geologia e Geofísica (UFF/2018), Pós-Graduação em Engenharia e Gestão de Energias Renováveis (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL)/2021). Foi estagiário de 2006 a 2008 na Halliburton trabalhando com Dados de Processamento Sísmico e Suporte de Software de Interpretação. Trabalhou na Geokinetics como Geofísico Jr. Em 2011 iniciou na Eneva (antiga PGNSA) como coordenador e supervisor de campo de aquisição sísmica. A partir de 2014 passou a trabalhar com aquisição sísmica, processamento e caracterização de reservatórios na Petrogal Brasil. Em 2019, fui transferido para a sede da Galp em Lisboa, Portugal. A sua mais recente conquista foi integrar a equipa de Engenharia de Reservatórios da Galp, o que me deu uma visão de negócio diferente para além da sua experiência em geociências.

Karen Leopoldino (UFC)
Karen Leopoldino (UFC)
Tema: Aprendizado de máquina não-supervisionado aplicado à identificação de fácies sísmicas em reservatórios de águas profundas na Bacia do Ceará

É Professora Adjunta da Universidade Federal do Ceará no Departamento de Geologia. Sua pesquisa e ensino se concentram na aplicação e desenvolvimento de geofísica aplicada e mapeamento de campo geológico. O grupo de pesquisa da Dra. Karen é o Centro de Excelência em Geofísica de Petróleo, Laboratório de Sensoriamento Remoto e Geofísica de Prospecção (LGPSR-UFC) e Processamento e Interpretação Sísmica Assistida por Atributos. Suas áreas de pesquisa são Interpretação de Atributos Sísmicos, Interpretação Quantitativa, Processamento de Dados Sísmicos, Caracterização de Reservatórios, Campo Potencial e Métodos Eletromagnéticos. Dados de reflexão sísmica são atualmente os principais dados investigativos sendo utilizados. Os projetos atuais estão combinando interpretação sísmica com desenvolvimentos de atributos sísmicos e aprendizado de máquina.

Francisco Hilario Bezerra (UFF)
Francisco Hilario Bezerra (UFF)
Tema: Sismicidade e neotectônica na Bacia Potiguar: implicações para arquitetura da Bacia e sistema petrolífero

Gaduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1987), mestrado em Geologia pela Universidade de Brasília (1992) e doutorado em Geologia pela University College London (1998). Professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e atua nas Geociências, com ênfase em deformação de rochas. Sua pesquisa foca a evolução de falhas geológicas, relação entre sismicidade e falhas, influência de falhas/fraturas e carste em reservatórios petrolíferos e aquíferos, tensões na crosta e influência da deformação no relevo. Pesquisador 1A do CNPq.

Wagner Lupinacci (UFF)
Wagner Lupinacci (UFF)
Tema: Encerramento

Professor Adjunto e atual chefe do Departamento de Geologia e Geofísica do Instituto de Geociências da Universidade Federal Fluminense (UFF) desde 2015, onde é coordenador e pesquisador do Grupo de Interpretação Exploratória e de Caracterização de Reservatórios (GIECAR). Bolsista de produtividade CNPq e Jovem Cientista do Estado do Rio de Janeiro. Mestre e doutor em Engenharia de Reservatório e de Exploração pela UENF. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geofísica Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: interpretação sísmica quantitativa, caracterização de reservatórios, modelagem e inversão sísmica, integração de dados de rocha-perfil-sísmico, pré-condicionamento sísmico e reservatórios carbonáticos do pré-sal.


Patrocinadores

Seja um de nossos Patrocinadores


Aproveite a oportunidade de ser um patrocinador da 2ª Escola de Geofísica e Geologia em: Óleo e Gás - Margem Equatorial. Faça sua marca visível e ajude a pesquisa científica.

Saiba mais